Atenuar os sinais de envelhecimento é uma preocupação, mas hoje vamos mais além. Atrasar o envelhecimento modelando-o para que seja mais harmonioso. A moda surgiu com as celebridades que promovem a imagem com as selfies. Harmonização facial sem alterar e ao mesmo tempo não envelhecer. Maças salientes, projetadas como na juventude, lábios com volume mas naturais e o queixo mais saliente... são os principais traços de um rosto equilibrado.

Obviamente que a genética, como pano de fundo, é quem determina o quadro que vamos pintar, mas aos poucos e poucos, o bisturi foi ficando para depois e quem vence é a dupla do ácido hialurónico e toxina. Permitem adiar uma intervenção mais agressiva, com resultados naturais.

Levantar as sobrancelhas com toxina e um toque subtil de volume é um sucesso. A modelação do perfil nasal é outra grande vantagem e ao contrário do que muitos pensam, é duradoura. As maças do rosto bem modeladas retiram-nos anos de cima e os “bigodes” bem preenchidos permitem um sorriso natural e um rosto muito agradável.

Os lábios são desproporcionais em 99% da população feminina. Só cerca de 1% tem lábios de igual volume. Há quem queira contrariar a mãe natureza e torná-los agora simétricos, há quem pretenda preservar o que tem com mais volume mas a mesma proporção. Uma vez mais o que nos deve importar é o equilibro, a harmonia e a elegância. Um rosto trabalhado que o demonstre não é tão atraente.

A questão hoje em dia não é se o devemos fazer, hoje em dia a mulher pensa: quando devo começar.

Depois há que zelar para que não se sucumba ao exagero. Os volumes não são todos idênticos para todas a mulheres, variam conforme as necessidades.

Atualmente o ácido hialurónico existe numa ampla variedade de densidades, o que permite esculpir um rosto de forma suave, quase impercetível onde assim a anatomia exige e ao contrário, permite a projeção de outras regiões, como os malares.

A gordura, utilizada na cirurgia plástica desde os anos 60 continua a ser um excelente material de preenchimento, porém tem algumas limitações na face: irregularidades por vezes percetíveis na pele, desproporção que não é fácil de prever e o aumento ou a diminuição de volume que acontecem inevitavelmente com as oscilações ponderais da paciente e nem sempre são bem-vindas na face.

Outros materiais de preenchimento já se usaram, um deles, o metacrilato (um derivado do petróleo produzido no Brasil) é permanente, é definitivo. E assim se quebrou uma regra básica dos tratamentos faciais com materiais de preenchimento – nada pode ser permanente. Os problemas surgiram, desde infeções, rejeições, múltiplas cirurgias corretivas até infeções disseminadas com atingimento sistémico.

Por ultimo falta dizer que, a harmonização facial com ácido hialurónico além de ser segura quando realizada por profissionais qualificados e experientes, desperta um grande interesse no sexo masculino que também pretende realçar os traços do queixo e maxilar, tornando o rosto mais atraente e harmonioso.