Tratamentos ao Corpo

 
 
Conheça todos os tratamentos e intervenções cirúrgicas que pode fazer ao seu Corpo na clínica da Drª. Ana Silva Guerra. Seja qual for a natureza dos seus problemas, nós temos a solução para si! Sejam problemas do foro reconstrutivo ou do foro estético, nós estamos aqui para ajudar. Fale connosco e esclareça as suas dúvidas!
 
 

Intervenções Cirúrgicas ao Corpo

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Abdominoplastia
 
 
 

Abdominoplastia

 
Excesso de pele, flacidez e fraqueza dos músculos abdominais são as causas de uma barriguinha mais relaxada e evidente. A abdominoplastia vai corrigir todas estas alterações. Ao aproximar os músculos retos do abdómen, a diástase muscular é corrigida bem como qualquer hérnia que exista na região umbilical ou na linha média. A lipoaspiração esta quase sempre associada a este procedimento, permitindo reduzir a espessura dos tecidos que são preservados, quer na parte anterior do abdómen bem como nas partes laterais do tronco, o que contribui para a redefinição da cintura. O excesso de pele e gordura que ficam abaixo do umbigo são removidos na totalidade. As estrias que existiram nesta pele são de vez eliminadas. É importante, contudo, ter sempre em mente que a abdominoplastia produz uma cicatriz permanente no local onde habitualmente se localiza a cicatriz da cesariana, ou seja, imediatamente acima da região púbica e que, dependendo da gravidade da situação, esta pode ser mais ou menos longa.
 
 
 
 
 
Lipoescultura
 
 
 

Lipoescultura

 
A lipoaspiração é uma técnica cirúrgica com micro incisões, que permite remodelar a gordura corporal que se encontra por baixo da pele. Não é um método de emagrecimento. O peso deve estar estável e próximo daquilo que se pretende. Desta forma tiraremos o melhor partido da lipoaspiração. Melhorar a forma, esculpir o contorno e transplantar a gordura para regiões onde faz mais falta são os objetivos e conquistas da lipoescultura. É frequente queixarmo-nos da gordura que se acumula nos braços, nas costas, flancos e abdómen. A coxas, quer no lado interno quer no lado externo também têm acumulação inestética de gordura. Os joelhos também podem ser mais volumosos, sobretudo no seu lado mais interno. Assim, a gordura aspirada através de pequenos orifícios (3 a 5 mm) pode ser transferida para a mama, a face, os glúteos ou a região dos gémeos. Na grande maioria dos casos, a cirurgia é realizada sob anestesia geral e obriga a uma noite de internamento.
 
 
 
 
 
Contorno Corporal
 
 
 

Contorno Corporal

 
Os pacientes que sofreram uma perda massiva de peso ou que passaram por flutuações ponderais importantes, têm excesso de pele que fica pendente em toda a região da cintura, região glútea, abdómen, coxas. A pele redundante e laxa que causa deformidade corporal e restringe movimentos e vestuário é removida através de diferentes procedimentos. A lipectomia em cinturão permite corrigir a região do tronco, ficando a cicatriz em torno da cintura. A braquiplastia é o procedimento indicado para os braços, a cruroplastia ou lift das coxas corrige a flacidez das coxas e por fim, para a parte superior do tronco, o lift do tronco superior que envolve normalmente mais de um procedimento - mastopexia ou mastectomia subcutânea (no caso do sexo masculino) e a remoção das pregas do tronco superior que frequentemente se localizam na zona do sutiã. Toda esta variedade de intervenções pode ser combinada, normalmente em grupos de 2 intervenções por tempo operatório. Uma vez mais a lipoaspiração é uma técnica complementar frequentemente usada.
 
 
 
 
 
Cirurgia Íntima Feminina
 
 
 

Cirurgia Íntima Feminina

 
A Hipertrofia dos Pequenos Lábios é uma condição frequente entre as mulheres e corresponde ao aumento exagerado de volume ou à protusão dos pequenos lábios relativamente aos grandes lábios, mais externos. A HPL pode ser congénita, afetando as pacientes (ou tornando-se evidente) numa faixa etária mais jovem, durante a adolescência/início da idade adulta, ou adquirida, isto é, pode desenvolver-se posteriormente, por exemplo após a gravidez e o parto (as alterações hormonais podem condicionar o estiramento ou alongamento dos pequenos lábios). Com o envelhecimento podem também ocorrer alterações estruturais semelhantes. A Plastia dos pequenos lábios pode ser realizada sob anestesia local associada a sedação para conforto da paciente. Os pontos são absorvíveis e a cicatriz deixa de ser percetível com o tempo. Na região genital não é possível nem adequado fazer um grande penso pós-operatório. Aplica-se uma pomada e a doente coloca uma compressa de algodão. A roupa larga é essencial numa primeira fase. A dor não é muito significativa, desde que cumprida a medicação. Nos cuidados pós-operatórios deve salientar-se a ausência de atividade sexual e atividade física durante pelo menos um mês. Depois, conforme a evolução, segue-se o retorno à vida normal.
 
 
 
 
 
 
 
Tire as suas Dúvidas
 
Peça mais Informações aqui
 
Preencha este formulário e entraremos em contacto consigo.
 
*
 
*
 
*
 
*
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Se preferir ligue para