A Dermalift aborda a flacidez nos três andares do rosto, garantindo resultados visíveis e imediatos sem tempo de recuperação.

Em 2004, Ana Silva Guerra, de 42 anos, licenciou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina de Lisboa. Tornou-se especialista em cirurgia plástica em 2013 e durante a sua formação teve oportunidades únicas de ampliar os seus conhecimentos e experiências em áreas específicas, como a patologia e cirurgia periorbitária, designadamente palpebral, entre outras. 

Foi nessa altura que também passou a dedicar-se à vertente estética. Apesar de trabalhar noutros locais, entre eles a Clínica da Beloura, o Hospital CUF Descobertas e a Clínica CUF Alvalade, é na clínica com o seu nome que passa a maior parte do tempo e é ali que realiza um dos seus procedimentos mais procurados, o Dermalift.

"É um procedimento minimamente invasivo, inovador e original, que aborda a flacidez nos três andares do rosto, garantindo resultados visíveis e imediatos sem tempo de recuperação. Com recurso apenas a anestesia local e com uma duração de 30 minutos a uma hora, é possível corrigir a flacidez do rosto, eliminando a pele que está em excesso sem cicatrizes e sem nódoas negras. É um procedimento para todas as faixas etárias, para mulheres e homens entre os 40 e os 60 anos que pretendem resultados naturais, equilibrados e harmoniosos e ainda não procuram um procedimento mais elaborado, como o lifting cervicofacial. O facto de não se associar a tempo de recuperação, com resultados imediatos e que duram cerca de um ano e meio, torna este procedimento mais versátil e gratificante, com elevada taxa de satisfação", explica. Este tratamento pode ser feito a partir dos 900 euros.

Saiba mais sobre a Dermalift e todos os tratamentos e intervenções que pode fazer ao seu Rosto na Clínica da Dra. Ana Silva Guerra em LisboaFale connosco!