Lipoaspiração e Lipoescultura

Com a idade ocorre uma redistribuição da gordura corporal especialmente em redor da cintura. A gordura que é resistente ao exercício físico é geralmente a gordura subcutânea, que se encontra entre a pele e a parede muscular. Cada vez mais o sexo masculino procura a lipoescultura, a melhoria do contorno corporal através da lipoaspiração quando o exercício físico e a alimentação falham.

Desde 1997 que os procedimentos estéticos têm vindo a crescer no universo masculino. Esse crescimento é particularmente acentuado nos últimos 5 anos. Tal facto resulta de diversos fatores: a crescente aceitação da cirurgia plástica e dos seus recursos na população em geral, o envelhecimento progressivo da população e a exigência crescente do mundo laboral. A lipoaspiração foi o procedimento mais realizado pelo homem nos estados unidos nestes últimos anos.

O “Daddy Do Over” tem ganho uma popularidade crescente, pois são cada vez mais os pais com 40 e muitos anos, que dedicados à família e ao trabalho que procuram manter a boa aparência e lutam contra os kilos “a mais” que se acumulam no abdómen.

Para que a musculatura abdominal se torne perceptível, a percentagem de massa gorda tem de ser baixa (inferior a 10%). Com uma camada adiposa mais espessa, por muito esforço físico e treino que o homem faça, não vai conseguir a celebre “tablete aos quadradinhos”.

Assim, não descurando o treino físico para tonificar e trabalhar a musculatura abdominal, a lipoescultura é a peça que falta para que os resultados sejam o esperado.

A lipoaspiração pode ser precisa ao ponto de potenciar essa definição muscular (lipoescultura de Alta Definição) através da modelação da fina camada de gordura que cobre a parede muscular.

De forma segura e garantindo uma recuperação célere é possível alcançar excelentes resultados com a lipoescultura e assim contribuir para a mudança pretendida na vida dos nossos pacientes.


Dúvidas?

Coloque-me as suas questões.

DÚVIDAS, PREÇOS E OUTRAS INFORMAÇÕES